Pular para o conteúdo
Voltar

Municípios atendidos na Caravana de Sinop recebem orientações sobre critérios

O projeto será realizado entre os dias 21 de maio a 2 de junho, no Estacionamento do Estádio Gigante do Norte, em Sinop.
Evelyn Ribeiro | GCom-MT

Assessoria Caravana
A | A

Representantes dos setores de regulação e vereadores dos municípios que terão pacientes atendidos na Caravana de Sinop receberam nesta quinta-feira (10.05), as orientações necessárias quanto ao processo de regulação, critérios de atendimento, vagas e processo de acolhimento dos pacientes.

A reunião faz parte da etapa que antecede a realização da Caravana. O projeto será realizado entre os dias 21 de maio a 2 de junho, no Estacionamento do Estádio Gigante do Norte, em Sinop. A programação conta com consultas e cirurgias agendadas de catarata, pterígio e yag laser, além de serviços de cidadania entre os dias 24 a 26 de maio. 

As instruções foram repassadas pela coordenadora de Saúde da Caravana, Simone Balena e pelo coordenador-Geral da Caravana, José Arlindo de Oliveira.

“O objetivo da Caravana não é fazer exames de vista e dar óculos, mas atender as pessoas com idade a partir de 55 anos cuja a tendência a catarata é maior. Fazemos questão de reforçar esse cuidado em todas as cidades que passamos, porque há uma grande procura por atendimento na área de oftalmologia e nosso objetivo zerar as filas de cirurgia em patologias específicas”, destacou o coordenador José Arlindo.

Além de Sinop, também serão atendidos pacientes regulados pelos municípios de Sorriso, Cláudia, Feliz Natal, Santa Carmem, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Lucas do Rio Verde, Nova Maringá, Nova Mutum, Nova Ubiratã, São José do Rio Claro, Santa Rita do Trivelato, Tapurah, Vera, Diamantino, Tabaporã e União do Sul.

“Levaremos mais de 200 pacientes que estão aguardando esta oportunidade desde 2016. Todos os dias eles nos cobram e, agora, vamos atender a todos de uma só vez”, afirmou Selma da Silva, chefe de departamento da Central de Regulação de Cláudia.

Para fazer o cadastro, é necessário ter idade a partir de 55 anos e apresentar o RG, Cartão do SUS e comprovante de endereço na Central de Regulação Municipal. O cadastramento pode ser feito até o dia 18 de maio.

Ao receber o comprovante, o paciente terá acesso a data e horário do agendamento da consulta. As cirurgias de catarata, pterígio e yag laser são marcadas após avaliação médica na Caravana. Nesta edição mais de 5 mil pessoas devem passar pelo procedimento cirúrgico, conforme estimativa da organização. As consultas, exames e cirurgias são realizadas sem custos à população. 

“Sabemos os custos gerados quando essas pessoas vão por conta própria em busca de cirurgia em outras cidades. A Caravana estará no nosso município e estamos à disposição para auxiliar no que for preciso”, disse o vereador Joacir Testa. 

As Prefeituras municipais são responsáveis pelo deslocamento dos pacientes até a cidade sede e também pela entrega dos coletes que auxiliam na identificação da cidade. Eles estão separados por cor. Além de auxiliar a população que não tem condições de pagar uma cirurgia ou consulta particular, a Caravana da Transformação é realizada com recursos próprios do Governo do Estado e todos os procedimentos são pagos com valores da tabela SUS.





Editorias