Pular para o conteúdo
Voltar

SES faz orientações sobre serviços especializados durante a Caravana da Transformação

écnicos do Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais (CEOPE) estão atendendo em um estande para tirar dúvidas sobre algumas especialidades odontológicas oferecidas no centro, como Dentística, Endodontia, Periodontia, Odontopediatria, entre outras.
Ana Claudia Guimarães | SES-MT

Assessoria/SES-MT
A | A

A Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT) está disponibilizando orientações sobre tratamento da hanseníase e da tuberculose e também sobre serviços odontológicos para pacientes com necessidades especiais na 13ª Caravana da Transformação. O evento, que está sendo realizado na Arena Pantanal, contempla nesta edição os municípios da Baixada Cuiabana.

Pensando em despertar a população para os sintomas das doenças consideradas de grande abrangência no estado de Mato Grosso, profissionais do Centro Estadual de Referência de Média e Alta Complexidades de Mato Grosso (Cermac) estão distribuindo panfletos informativos para tirar dúvidas sobre os cuidados e os tratamentos direcionados a Hanseníase e a tuberculose.

“Estamos saindo para abordar as pessoas, distribuir os panfletos informativos e conversar sobre essas doenças. Através dessa ação a gente acaba percebendo que ainda falta muita informação, pois alguns não conhecem as doenças, nem seus sintomas”, destacou Evaldo Luiz Mota, técnico ortopédico, que atua dentro da Oficina Ortopédica do Cermac.

Técnicos do Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais (Ceope) estão atendendo em um estande para tirar dúvidas sobre algumas especialidades odontológicas oferecidas no centro, como Dentística, Endodontia, Periodontia, Odontopediatria, entre outras.

As ações do MT Hemocentro estão sendo ofertadas no Hemobus, que é o serviço itinerante para coleta de sangue e cadastro de doadores de medula óssea. Na terça-feira (24.04), o ônibus abriu suas portas na Caravana para coletas e, somente no primeiro dia, 32 doadores colaboraram com o estoque do Hemocentro. Nos dias 25, 26 e 28 de abril, os servidores estão à disposição para angariar interessados em se tornar novos doadores de medula óssea e serem cadastrados na Rede Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).

“Estamos satisfeitos com os resultados da participação do Hemobus na Caravana. Os números de doações de sangue foram muito significativos, assim como as pessoas que se interessaram em se cadastrar no Redome. Vale ressaltar que a busca por informações dos dois serviços também está bem bacana”, comentou Adriana Penha, responsável técnica pelo banco de dados do MT Hemocentro.

Vigilância em Saúde

Os serviços de atenção aos locais onde são realizadas as cirurgias oftalmológicas e os pós-operatórios são prioridade para os técnicos da Vigilância Sanitária (VISA), que estão sempre circulando por esses locais atentos a qualquer intercorrência. A água utilizada e oferecida em todo o espaço que abrange o evento também passa por testes diariamente, pela manhã e ao final da tarde, para garantir a sua qualidade. A Caravana de Cuiabá já se aproxima das seis mil cirurgias realizadas.

A Vigilância Epidemiológica está atenta a qualquer sinal de possíveis sintomas que algum paciente e/ou acompanhante possa vir a apresentar dentro do evento. Mas de acordo com a coordenadora do setor, Alessandra Moraes, até agora nenhum atendimento suspeito foi detectado, apenas casos comuns e de fácil resolução.  “Variações de pressão e alterações na glicemia são os atendimentos já feitos aqui na Caravana, que são direcionados ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e solucionados com observação e/ou uso de medicamento. Assim que o paciente apresenta melhora, ele é liberado”, ressaltou.

Todos os serviços estão disponíveis para a população em dois períodos.





Editorias