Pular para o conteúdo
Voltar

Setas leva vários serviços para a Caravana da Transformação

Segunda via de certidão de nascimento, casamento e óbito, plastificação de documentos, CPF e Carteira de Trabalho são alguns dos serviços disponíveis.
Cleide Dantas | Setas-MT

Jana Pessôa/Setas-MT
A | A

Nesta semana a Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas) oferece, durante a Caravana da Transformação, os serviços gratuitos de segunda via de certidão de nascimento, casamento e óbito, bem como a plastificação de documentos. No local, também é possível fazer CPF e carteira de trabalho, além de atendimentos nos órgãos parceiros como a Defensoria Pública e o INSS.

Durante a semana, o horário de atendimento será das 8h até 16h, e no sábado (28) das 8h às 12h, no terceiro piso da Arena Pantanal, em Cuiabá. Todos os serviços finalísticos que o cidadão precisa estão localizados no mesmo espaço. “A entrega das senhas se inicia às 6h e são distribuídas 150 senhas. Além da própria senha, é possível pegar senha para a mãe, pai, avô e filho somente se estiver portando a certidão de nascimento original”, informou.

O SINE levou para Arena os serviços de intermediação de mão de obra e habilitação de seguro-desemprego. O superintendente do SINE, João Paulo Gramdo, informou que nesta semana o painel de emprego disponibiliza 618 vagas para todo o Estado, destas, 129 são para Cuiabá e apenas uma para Várzea Grande.

Cidadania

A moradora do bairro Nova Esperança, em Várzea Grande, Meireana Arruda de Lara, de 28 anos, soube da Caravana por meio da mãe e decidiu por em dia a documentação dela e das três filhas que têm 8, 5 e um ano e sete meses de idade. “Hoje vou tirar a segunda via das certidões de nascimento, o CPF das minhas filhas e renovar o cadastro no bolsa família. Amanhã volto para tirar minha carteira de identidade porque perdi o horário das senhas”, disse.

A mãe e o marido de Meireana também irão aproveitar a oportunidade para fazer a carteira de pescador. “Estou achando esse atendimento maravilhoso. Muitas vezes não temos o dinheiro para fazer esse serviço e está aqui de graça pra gente, é muito bom”, comentou.

A dona de casa Sandra Regina, de 34 anos, que mora no Jardim Florianópolis, em Cuiabá, e também levou a filha para fazer a certidão de nascimento. “Estou chegando agora e vim direto para cá, depois que fizer a certidão de nascimento da minha filha vou dar uma volta para ver e saber o que está acontecendo por aqui. Quando cheguei vi que há uns cursos profissionalizantes e eu pretendo fazer”, afirmou.





Editorias